sexta, 20 janeiro 2017 10:29

Minutas das reuniões da CNJ (Dez 2016/Jan 2017)

Ler minutas das reuniões da Coordenadora Nacional de Jovens (CNJ) de 13 de dezembro de 2016 e 17 de janeiro de 2017.

 


Reunião da Coordenadora Nacional de Jovens (CNJ) de 13 de dezembro de 2016

Ponto 1: Informações
Discussão sobre movimento estudantil: necessidade de intervir pelo fim das propinas e de apelar à construção de coletivos politicamente comprometidos com um ensino democrático, desformatado e disponível para tod@ e autónomos face a partidos e outras estruturas.
Foi lançado um comunicado reclamando o fim das propinas.
Alteração de alguns/mas membros do Jornal Pão e Cravos para melhor atender às necessidades do jornal e às disponibilidades existentes.
Conversa sobre os Encontros com a Juventude da Esquerda Republicana Catalã [ver resumo em baixo], Esquerda Galega.
Conversa sobre a presença do Ricardo Gouveia no Congresso da Esquerda Europeia em representação da Coordenadora Nacional de Jovens (CNJ).

Ponto 2: Fim de mandato e processo para a Conferência de Jovens
O mandato da atual CNJ termina em março. Foi, assim, decidido fazer a Conferência de Jovens que atualizará o programa político para os próximos dois anos e elegerá uma nova Coordenadora para o fim de semana de 18 e 19 de março.
Face ao regulamento anterior, decidiu-se utilizar linguagem inclusiva e permitir que o número máximo de membros da Coordenadora fosse de 11 em vez de 9 membros, como forma de integrar as preocupações de algumas pessoas com a falta de representatividade geográfica da Coordenadora.
É necessário a CNJ atual iniciar desde já o processo de organização, sobretudo do ponto de vista logístico, do Inconformação e do Acampamento Liberdade de 2017, para evitar que a Coordenadora recém-eleita não tenha tempo de preparar as coisas atempadamente e de focar o seu trabalho nas escolhas políticas a fazer para essas e outras iniciativas a formar.

Ponto 3: Iniciativas
O Inconformação terá lugar em Leiria durante o mês de abril, em data a definir.
Serão feitos os contactos iniciais para o Acampamento Liberdade (data a definir).
Iniciar-se-á uma Campanha Anti-Propinas com o apoio das Distritais e das estruturas locais de Jovens, no início do ano. Esta campanha terá materiais (panfletos, etc.) próprios e deverá ter um papel importante na atividade da CNJ neste final de mandato.


Reunião da Coordenadora Nacional de Jovens (CNJ) de 17 de janeiro de 2017

Ponto 1: Inconformação
O Inconformação será nos dias 21, 22 e 23 de abril, em Leiria. Iremos proceder à procura de uma escola onde possa ter lugar brevemente. Foram divididas tarefas na medida em que a próxima CNJ apenas será eleita 4 semanas antes do Inconformação, portanto uma cooperação entre as duas Coordenadoras será essencial.

Ponto 2: Acampamento
O essencial das decisões políticas deverão ser tomadas pela próxima CNJ. Prosseguiremos, no entanto, com a prospeção de parques e com outras decisões logísticas para ajudar à organização atempada do Acampamento.

Ponto 3: Campanha Anti-Propinas
Já foram iniciados contactos com as distritais para tentar que haja um debate em pelo menos uma universidade de cada distrito. Haverá igualmente cartazes, panfletos e autocolantes. Mediante a capacidade de organização local, é desejável que se realizem, adicionalmente, outro tipo de atividades que @s camaradas de cada lugar considerem adequadas para discutir a nossa proposta política e incentivar a organização estudantil. Se tiveres sugestões concretas de outras atividades para fazer na tua estrutura local e necessitarem de apoio, comunica conosco!

Ponto 4: Sessões de prestação de contas da CNJ
Agendou-se, mediante disponibilidade local, as seguintes sessões de prestação de contas das atividades da atual CNJ.
Porto: 4 de fevereiro
Aveiro: 5 de fevereiro
Coimbra: 4 de fevereiro
Leiria: 3 de fevereiro
Santarém: 3 de fevereiro
Lisboa: 3 de fevereiro
Setúbal: 4 de fevereiro

Ponto 5: Encontro de Jovens da Esquerda Europeia
Fomos convidados um encontro em Abril (em Atenas); como só pagam uma viagem, a proposta é falar com o Departamento Internacional para que possa financiar mais uma viagem. Assim, iria uma pessoa da atual CNJ e uma pessoa da nova CNJ, como forma de promover a integração da pessoa em causa.
Apesar de várias divergências políticas no seio do Partido da Esquerda Europeia, entendeu-se que devemos ir a este encontro disputar o espaço político e criar ligações com jovens de esquerda de outros países.

Resumo da presença em encontro promovido pela Juventude da Esquerda Republicana Catalã (JERC) em Perpignan (Catalunha, no Estado Francês)
A CNJ fez-se representar pelo Ricardo Gouveia e pelo Samuel Cardoso.
Foram convidadas várias outras organizações de jovens de partidos de esquerda e independentistas europeus. O intuito do encontro era dar visibilidade à causa da independência catalã que, se tem reforçado ao longo dos últimos anos. Foi expressada a solidariedade do Bloco com a causa da independência, no entendimento de que os povos devem ter o direito de decidir os seus rumos e poder reclamar a sua soberania. Falou-se igualmente de outros temas como a precariedade, a luta anti-racismo e contra a ascensão dos fascismos, a União Europeia. Havendo concordância na grande maioria dos temas, existe face a vários partidos divergência relativamente às possibilidades de reforma da União Europeia, que enquanto representantes do Bloco julgamos pouco adequadas à realidade presente.

Partilhar


XI Convenção do Bloco de Esquerda

Propostas do Bloco para a habitação

Autarquias

adere

Vídeos

Tempo de Antena - Março 2018

resolucoes

 

videos bloco

 

tempos antena

Esquerda Europeia