segunda, 31 julho 2006 14:19

POBREZA EXTREMA NO ESTREITO DA CALHETA

estreitocalheta060730_4"Cães e gatos com melhores condições que este homem", afirmou Roberto Almada, do Bloco de Esquerda, que reivindicou melhores condições de vida para um morador no sítio da Igreja Abaixo, na freguesia do Estreito da Calheta, que "se encontra à mercê da sua sorte".

estreitocalheta060730_3Segundo Roberto Almada, "ninguém fez nada por esta pessoa que vota no PSD e no dr. Alberto João Jardim. Nós não temos qualquer complexo relativamente a isso, o que de facto queremos é uma acção rápida da segurança social e dos serviços sociais para o retirar da situação de risco, pobreza e exclusão". Roberto Almada apontou ainda o "dedo" à inércia dos serviços sociais da Câmara da Calheta, a quem acusou de "serem co-responsáveis pelo modo como vive", acrescentando igualmente que os responsáveis autárquicos "estão ao corrente da situação precária, mas que nada fazem".

Roberto Almada aproveitou a oportunidade para responder às "farpas" lançadas por Alberto João Jardim, aquando da visita no dia anterior ao concelho, onde o líder do Governo disse sentir-se "mais à-vontade" por existirem "menos comunas e menos socialistas". Almada referiu que "é legítima" a posição, contudo, "o que não pode é tentar fazer passar uma mensagem de que não existem problemas. Isso é totalmente falso, se calhar estas questões acontecem por a direita e a extrema-direita serem muito fortes aqui neste concelho".

Por fim, aconselhou o presidente do Governo a "meter na cabeça um bocado da doutrina social da Igreja que tanto ele apregoa". Tudo porque, entende este dirigente, "falta mais igualdade entre ricos e pobres".

Partilhar


XI Convenção do Bloco de Esquerda

Propostas do Bloco para a habitação

Autarquias

adere

Vídeos

Tempo de Antena - Março 2018

resolucoes

 

videos bloco

 

tempos antena

Esquerda Europeia