terça, 01 agosto 2006 15:22

BLOCO ABANDONA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE MATOSINHOS

thumb_matosinhosO Bloco de Esquerda abandonou a última sessão da Assembleia Municipal de Matosinhos no momento de votação em sinal de protesto. O Bloco pretendeu assim protestar contra a entrega tardia dos documentos em debate, que só foram entregues na véspera da sessão, em claro desrespeito da lei e da Assembleia e pretendeu igualmente protestar contra a atitude da maioria do PS que impôs a discussão e votação naquela sessão.

Comunicado de imprensa do Bloco de Matosinhos

O RIGOR É DEMOCRÁTICO

Na sessão de ontem, 28/07/2006, da Assembleia Municipal de Matosinhos o Bloco de Esquerda abandonou a sala no momento da votação da 1ª Revisão das Grandes Opções do Plano e Orçamento da Câmara de 2006 em sinal de protesto pelo desrespeito do Regulamento da Assembleia e da Lei.

Manda o Regulamento que os documentos que serão objecto de apreciação e votação sejam distribuídos aos seus elementos com, pelo menos, dois dias úteis de antecedência sobre a data de realização da Assembleia.

No caso vertente, a versão final do documento só foi distribuída no dia anterior impedindo, objectivamente, que as forças políticas, nomeadamente as que não têm representação na Câmara, de exercerem a sua obrigação de fiscalizarem a actividade do executivo e apresentarem propostas que contribuam para a melhoria da vida dos habitantes do concelho.

Apesar de, oportunamente, o Grupo Municipal do BE ter apresentado uma moção requerendo que aquele ponto fosse retirado, a maioria absoluta do Partido Socialista (e apenas essa força política) impôs que a discussão e votação da 1ª Revisão das Grandes Opções do Plano e Orçamento da Câmara de 2006 prosseguisse de forma ilegal e ferindo de nulidade a decisão tomada.

Fica, assim, claro que a arrogância e o desprezo pela Assembleia manifestados pelo executivo camarário tem um largo apoio entre os eleitos pelo Partido Socialista e que só a certeza deste apoio permite que a maioria socialista da Câmara pense que tudo pode fazer mesmo ao arrepio dos normativos em vigor.

O Bloco de Esquerda verbera vivamente este comportamento e reafirma que o rigor e o escrupuloso respeito pela Lei são condição indispensável da Democracia.

Matosinhos, 27 de Julho de 2006

Pelo Grupo Municipal do Bloco de Esquerda de Matosinhos
Fernando José Queiroz

Partilhar


XI Convenção do Bloco de Esquerda

Propostas do Bloco para a habitação

Autarquias

adere

Vídeos

Tempo de Antena - Março 2018

resolucoes

 

videos bloco

 

tempos antena

Esquerda Europeia