×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 73
quarta, 20 maio 2009 13:13

António Rodrigues e José Falcão candidatos em Odivelas

Campanha por uma melhor educação foi uma das principais iniciativas do BE em OdivelasAntónio Rodrigues, professor do ensino básico, foi apresentado pelo Bloco de Esquerda como candidato à Câmara Municipal de Odivelas nas próximas eleições autárquicas. À Assembleia Municipal, o Bloco apresenta José Falcão, um dos actuais deputados municipais do BE e activista dos direitos humanos e do SOS Racismo. Leia mais na página do Bloco/Odivelas .

 

O candidato bloquista à Câmara Municipal de Odivelas é activista do Movimento Escola Pública, tem 40 anos e foi dirigente e activista do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa, em particular da Comissão de Professores Contratados, que dinamizava os professores com vínculos precários.

O urbanismo e trânsito caóticos, a falta de espaços verdes ou a má gestão cultural, mereceram as críticas de António Rodrigues. "Odivelas transformou-se num concelho de oportunidades perdidas, onde o poder autárquico ampliou os problemas em vez de os resolver", acusou.

"Extinguir a empresa Municipália, que gere o Centro Cultural da Malaposta, acabar com as parcerias público privadas, impedir a construção de mais loteamentos sem a finalização do PDM, reabilitar a cidade e modernizar as escolas e centros de saúde", são prioridades do Bloco enunciadas pelo candidato.

Recorda-se que o Bloco / Odivelas desenvolveu recentemente uma campanha por uma melhor educação que denunciou enormes carências nas escolas e situações em que as crianças recebiam um quarto de carcaça ou de peça de fruta.

À Assembleia Municipal o Bloco apresenta José Falcão, de 58 anos, activista dos direitos humanos e do movimento SOS Racismo.

José Falcão afirmou a exigência de um orçamento participativo, a importância da participação das populações e a atitude empenhada do Bloco de apresentar alternativas às políticas do PS e da presidente Susana Amador. Falcão afirmou que o Bloco pretende crescer, aumentar o número de votos e eleitos e apresentar candidaturas a todas as freguesias – reflectindo o crescimento do Bloco no concelho.

Por sua vez Victor Franco, membro da Mesa Nacional, declarou a sua confiança e apoio aos candidatos, criticou o PS na câmara e no governo, a lei de finanças locais, a transferência de competências na área da educação para o município provocando-lhe um rombo financeiro, uma transferência dos custos da crise para os munícipes. Declarou ainda que os interesses da privatização dos hospitais têm impedido que o mais que prometido hospital Odivelas-Loures saia da estaca zero.

{easycomments}

Partilhar


XI Convenção do Bloco de Esquerda

Propostas do Bloco para a habitação

Autarquias

adere

Vídeos

Tempo de Antena - Março 2018

resolucoes

 

videos bloco

 

tempos antena

Esquerda Europeia