×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 72
sábado, 20 junho 2009 17:17

Coragem para mudar Coimbra

rina Martins e Serafim Duarte são os candidatos do Bloco à Câmara e Assembleia Muncipal de Coimbra

Catarina Martins e Serafim Duarte são os candidatos do Bloco de Esquerda à Câmara e à Assembleia Municipal de Coimbra. Contra os interesses instalados e a venda da cidade aos promotores imobiliários, o Bloco promete ser a alternativa que conta para transformar a cidade do Mondego. Boaventura Sousa Santos e Francisco Louçã participaram na apresentação da candidatura.



Catarina Martins, professora universitária e actual deputada municipal, é a candidata do Bloco a um lugar de vereação na Câmara de Coimbra, nas próximas eleições autárquicas. "Coragem para mudar" é o lema desta candidatura que quer ser "uma ruptura contra os interesses instalados".

"O Presidente da Assembleia Municipal de Coimbra diz que o Bloco é um corpo estranho naquele órgão. Mas que orgulho! Acertou em cheio. Somos um corpo estranho sim senhor. Somos um corpo estranho ao compadrio, à corrupção, ao nepotismo e ao clientelismo que reina na câmara" sublinhou Catarina Martins, perante uma sala cheia e visivelmente entusiasmada.

"Somos estranhos porque não vendemos bocados da cidade à socapa e agimos com transparência. Somos estranhos porque o ambiente e a qualidade de vida estão no topo da nossa agenda. Somos estranhos porque fazemos da cultura e da criatividade para todos e todas o centro da afirmação do concelho" continuou a candidata do Bloco. E concluiu: "Somos estranhos porque somos de confiança. Depois de Outubro o Bloco estará na Câmara Municipal de Coimbra. E nada será como dantes."

O advogado José Augusto Ferreira da Silva, mandatário da candidatura do Bloco, mostrou confiança na eleição de Catarina Martins e lembrou que tanto ela como Serafim Duarte "têm feito a diferença" na Assembleia Municipal da cidade.

Serafim Duarte, professor de história do ensino secundário, encabeça a lista para a Assembleia Municipal. "Não nos limitámos à crítica e ao contrapoder, nós somos a alternativa de esquerda combativa para romper com as políticas que vergam a cidade à especulação e aos lobbies financeiros" garantiu, acusando os políticos que actualmente governam a cidade de "medíocres" e de usarem "o poder como trampolim para as suas negociatas".

Não faltaram também as críticas a quem na esquerda tem contribuído par manter a actual política da cidade. "A CDU abdicou da crítica e tornou-se muleta do executivo, legitimando as suas políticas, em tudo o que é essencial. O PS também está no executivo com um pelouro secundário e caracteriza-se pelo desnorte da sua intervenção" acusou Serafim Duarte. "Com o Bloco na Câmara teremos transparência, a defesa do interesse público, a prioridade às pessoas em detrimento das obras que enchem o olho mas não acrescentam qualidade" concluiu.

As jornadas autárquicas de Coimbra abriram na manhã deste Sábado com uma intervenção de Boaventura Sousa Santos, que criticou o "urbanismo neoliberal" e depositou a confiança na candidatura do Bloco de Esquerda para "devolver a cidade aos cidadãos" e garantir políticas de participação e de envolvimento de todos contra a ditadura do betão e dos interesses imobiliários.

Francisco Louçã também marcou presença e avisou que os futuros eleitos do Bloco em Coimbra "vão dar muito trabalho" a quem tem gerido a cidade de costas voltadas para as pessoas. E aproveitou também para criticar o recente "manifesto dos economistas" que junta ex-ministros responsáveis pelas políticas da crise e que se recusam a dizer uma palavra sobre as máfias financeiras

Partilhar


XI Convenção do Bloco de Esquerda

Propostas do Bloco para a habitação

Autarquias

adere

Vídeos

Tempo de Antena - Março 2018

resolucoes

 

videos bloco

 

tempos antena

Esquerda Europeia