quinta, 18 setembro 2008 01:29

Segunda etapa da Marcha contra a Precariedade

Marcha contra a Precariedade no norte do paísDepois da passagem por Lisboa e pela margem sul do Tejo, a Marcha prossegue agora a Norte para denunciar as empresas de trabalho temporário e os patrões que mais se destacam na precarização das vidas dos trabalhadores. O arranque da Marcha é na tarde de sexta-feira, junto aos maiores call-centers do Porto. Veja aqui o programa detalhado dos três dias.

 

 


Sexta 19 Set | PORTO
José Sócrates festejou a criação de 1200 empregos "qualificados" num call center que a PT prevê abrir em Santo Tirso... daqui a um ano. Mas a realidade dos call centers é outra: são verdadeiros antros de exploração para cerca de 50 mil precários. No início da segunda etapa (15h), a Marcha  percorre, ao longo da Avenida da Boavista, os maiores call centers do Porto: TMN, Vodafone, PT. Os marchantes encenam um mercado de escravos da precariedade para denunciar a forma "desqualificada" como são tratados os operadores de tantos centros de atendimento. À chegada à rua de Santa Catarina (17h30), haverá intervenções políticas. Na Junta de Freguesia do Bonfim (21h30), um comício fecha o dia. É apresentado o cine-diário da marcha, o filme que resume as actividades de cada dia.

Sábado 20 Set | OLIVEIRA DE AZEMÉIS - STA. MARIA DA FEIRA
A segunda etapa da Marcha, a Norte, começa junto ao mercado de Oliveira Azeméis (10h) com um comício de rua. O percurso no distrito de Aveiro atravessa áreas de alto desemprego, onde as deslocalizações se multiplicam. Às 12h30, uma acção de rua aborda as práticas laborais no sector do comércio: o local é o centro comercial 8ª Avenida, em S. João da Madeira, mais uma catedral de precariedade aberta por Belmiro de Azevedo. O império Sonae - que inclui o Modelo/Continente, a Optimus e outras grandes empresas - continua a congelar os direitos dos trabalhadores: contratos precários, recurso a trabalho temporário, salários baixos. Ao passar no Oitava Avenida, a Marcha congela (só por momentos...), para falar de todos aqueles que fizeram os milhões do segundo homem mais rico de Portugal. À chegada a Santa Maria da Feira (17h), a Marcha contacta com a população na feira dos Vinte. Pelas 21h30, em São João da Madeira (praça Luís Ribeiro), haverá comício, com Francisco Louçã, entre outras .

Domingo 21 Set | GUIMARÃES/BRAGA
No distrito de Braga, a Marcha realiza dois percursos. Em Guimarães, os marchantes partem da zona do supermercado Continente (10h) em direcção à Praça do Toural, onde realizam um comício (12h). Em Braga, a Marcha vai da praia fluvial de Vila do Prado (14h) para a Avenida Central. Ali, a partir das 16h30, toma a palavra, entre outros intervenientes, Francisco Louçã. A música está a cargo dos Oioai. No rock desta banda, fundada em 2006, estão presentes as influências de Sérgio Godinho, Jorge Palma ou Caetano Veloso.

 

Partilhar


XI Convenção do Bloco de Esquerda

Propostas do Bloco para a habitação

Autarquias

adere

Vídeos

Tempo de Antena - Março 2018

resolucoes

 

videos bloco

 

tempos antena

Esquerda Europeia