terça, 24 março 2009 19:46

Bloco quer punição de empresário que despediu trabalhadoras grávidas

Bloco denuncia patrão que deve três meses de salários e despede todas as grávidas da fábricaA fábrica têxtil Confecções Ladário, em Paredes, despediu todas as trabalhadoras grávidas ou em licença de parto. No total foram 37 as operárias enviadas para casa, sem indemnização ou carta para receber o subsídio de desemprego. Nesta fábrica trabalham 100 funcionárias, na sua maioria tem já 3 meses de salário em atraso. O Bloco de Esquerda exigiu intervenção no caso e punição do patrão. Leia mais no site do Bloco do Porto.

Partilhar


XI Convenção do Bloco de Esquerda

Propostas do Bloco para a habitação

Autarquias

adere

Vídeos

Tempo de Antena - Março 2018

resolucoes

 

videos bloco

 

tempos antena

Esquerda Europeia