quarta, 05 fevereiro 2014 17:36

Luta dos estivadores

Foto Paulete Matos

No passado dia 29 Janeiro realizou-se no Parlamento Europeu, em Bruxelas, uma audição pública, promovida pelo GUE/NGL, onde tiveram presentes a Federação europeia do setor e diversos sindicatos, entre os quais o sindicato português que esteve presente a convite do Bloco e da sua Coordenadora Nacional do Trabalho.

A audição abordou a proposta de Regulamento, naquilo que foi considerada a 3.ª tentativa de generalizar a liberalização e concessão dos Portos. A pretexto de se promover a concorrência entre portos, concessionou-se o porto grego do Pireú aos chineses, de Sines a Singapura, Alcântara ou Leixões ao grupo Mota-Engil. A desregulação laboral e a promoção do “trabalho negro” e atentar contra o direito à greve, eis os objetivos finais da proposta, rechaçada pelos presentes, dos Alemães do porto de Hamburgo, aos Croatas, passando pelos portugueses pela voz do presidente do sindicato, António Mariano: denunciando o que se passa nos portos  e a mentira que constitui o “diálogo social europeu” do setor.  

Em Portugal com greves marcadas para os dias 27 de janeiro a 10 de fevereiro, em Lisboa, Setúbal, Sesimbra e Figueira da Foz, contra a desregulação laboral e sa­larial e a introdução, no porto, de uma segunda empresa que usa mão-de-obra precária e a ganhar menos, para substituir os atuais funcionários e em defesa da contratação coletiva (CCT). 

O Sindicato de Estivadores decidiu, nesta sexta-feira, prolongar as greves no Porto de Lisboa até ao dia 24 de fevereiro após um plenário com os trabalhadores. Os estivadores estão contra o recurso a novos trabalhadores com o objetivo de provocar a insolvência da atual, depois de terem sido despedidos 47 em 2013, e contestam sobretudo o novo operador Porlis, maioritariamente pertencentes ao grupo Mota-Engil.



Artigo publicado na newsletter da Coordenadora Nacional do Trabalho do Bloco de Esquerda.  

Partilhar


XI Convenção do Bloco de Esquerda

Propostas do Bloco para a habitação

Autarquias

adere

Vídeos

Tempo de Antena - Março 2018

resolucoes

 

videos bloco

 

tempos antena

Esquerda Europeia