quinta, 25 fevereiro 2010 13:00

Ministro ignora questões sobre Rohde

O Bloco confrontou Vieira da Silva com as suas responsabilidades, mas o ministro fugiu às questões. Foto Paulete MatosO Bloco de Esquerda considera que o Governo deve assumir as suas responsabilidades da sua falta de acção na defesa da manutenção da Rohde. O ministro recusou responder às questões colocadas na audição parlamentar.

 

O Bloco de Esquerda considera que o Governo deve assumir as suas responsabilidades da sua falta de acção na defesa da manutenção da Rohde. Assim, o Bloco de Esquerda, através do deputado Pedro Filipe Soares, questionou o Ministro da Economia na Audição realizada pela Comissão Parlamentar de Assuntos Económicos, Inovação e Energia. Contudo, o Ministro da Economia não respondeu à pergunta do Deputado, ignorando os anseios dos trabalhadores que queriam ver respostas para a manutenção da empresa.

 

Governo esqueceu os trabalhadores da Rohde

O Bloco de Esquerda considera extremamente preocupante a situação vivida na empresa Rohde. O Bloco de Esquerda tem alertado, há vários anos, para a necessidade do Governo intervir na defesa dos postos de trabalho da Rohde, a maior empresa portuguesa do sector do calçado. As palavras que o Governo tinha para com a situação eram de confiança para com a administração da empresa. Mesmo após a insolvência da casa mãe, na Alemanha, o Governo, através do Ministério da Economia, não atendia aos alertas do Bloco de Esquerda e dizia que tudo estaria bem.

A situação de proximidade entre a administração da empresa e o Governo é tal que, a pedido do Governo, a empresa atrasou a apresentação da insolvência em tribunal, para que tal não acontecesse em período eleitoral. No entanto, após as eleições, o Governo esqueceu os trabalhadores da Rohde e não encetou quaisquer iniciativas que visem auxiliar a manutenção da empresa e dos postos de trabalho.

O Bloco de Esquerda considera que o Governo deve assumir as suas responsabilidades da sua falta de acção na defesa da manutenção da Rohde.

Assim, o Bloco de Esquerda, através do deputado Pedro Filipe Soares, questionou o Ministro da Economia na Audição realizada pela Comissão Parlamentar de Assuntos Económicos, Inovação e Energia. Contudo, o Ministro da Economia não respondeu à pergunta do Deputado, ignorando os anseios dos trabalhadores que queriam ver respostas para a manutenção da empresa.

O plano de viabilização que foi apresentado para a empresa representava o despedimento de cerca de 85% dos trabalhadores, mantendo apenas cerca de 150 trabalhadores. Esta realidade exige que o Governo tenha uma voz na defesa dos postos de trabalho e da laboração da empresa.

Por outro lado, caso se constate o encerramento da Rohde, o Bloco de Esquerda considera indispensável que sejam levadas a cabo medidas que minorem e mitiguem a calamidade social que será criada.

Partilhar


XI Convenção do Bloco de Esquerda

Propostas do Bloco para a habitação

Autarquias

adere

Vídeos

Tempo de Antena - Março 2018

resolucoes

 

videos bloco

 

tempos antena

Esquerda Europeia